Exu em essência de energia é a purificação.

12122938_1482378512090009_3028337990632843333_n

Sendo em pura essência, a força que há de polir o que cobre o disfarce, que penumbra a tua culpa e esconde o seus medos.

Isso é Exu, ele deixa tudo as claras tirando as traves que se atravessam em sua visão para cravadas em seu caminho tu com os dois olhos bem arregalados se providencie de tira-las por si mesmo.

Nesta força reside a fonte da informação cognitiva que imbui o ser humano a sentir desejo e prazer, força em sinergia ao psiquismo que remedia ou intermédia o ímpeto, ante os pulsos que formatam a vontade.

Sou a Sombra turva e rubra que não se esconde nas trevas, nem se encontra apenas na luz.

Anuncio a revolta mental pelos vicios sentimentais, que requerem do emocional à função de dominador ante a vida do ser humano, que se cega pelos medos e se apega como caminho de evolução pelas formas ignóbeis de raciocínio.

Não converto, mas transmuto os que se requerem pelo mergulho nas profundezas dos seus medos, moldados pelas culpas em suas mentes insanas, por falta de amor próprio.

Não sou o castigador, porém a fonte de energismo em mim coagula o seu lamento e sofrer, apenas deixo tudo as claras e em carne viva, para aqueles que se perderam, possam voltar a vestir a sua autenticidade começando pelo reassumir seus pensamentos, sentimentos, equilíbrio e harmonia da sua inteligência emocional.

A escolha é sua, não é minha função escolher, não tenho o que pensar nem penar por ti, não me compadeço nem me recinto por suas escolhas… apenas cumpro em obediência pura, o que a alma tua cru e nua do bem e do mal expõem em equilíbrio na perfeição .

Em Exu em essência, sou o que tu requeres, mas não entende com cálculos frios, nem com sentimentalismo barato.
Tu já me tens querendo ou não, sou acima disso, sou o reafirmar da tua convicção e multiplico as incógnitas que é só sua.

Não sou força a ser dominada, nem doutrinada, não agrido ninguém; apenas revelo e desvelo o fio da meada de sua derrota, para achar o caminho de sua legitima vitória no amanhã em ser a mais do que foi ontem.

Sou a sombra livre por natureza e invisível por sua ignorância sobrenatural.

Não dependo de ti pra nada, porém, tu sim recendes da força que me pertence e me alimenta na sua constância existencial psíquica pura.

São muitas as impressões e sensações que gravitam e simbioticamente se adere a contextura em frequência vibrátil da quintessência a materialidade que se percebe pelo sensorial das criaturas humanas.

São muitas colocações sobre este tema, porém vou me reter por aqui.

Exu em essência é a sombra que te anima.

Exu Omulu Atotó

Psicografia: Edson Rosa.